Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 09/10/2019 às 15h54min

Anástácio Carvalho vai a Brasília pedir celeridade na obra inacabada da UPA que será transformada no Hospital de Posto da Mata

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola/Ascom


Em viagem a Brasília o Vereador Anastácio Carvalho Machado (DEM), presidente da Câmara de Nova Viçosa pediu celeridade ao assessor especial do Ministério da Saúde (MS), ex-deputado José Carlos Aleluia, para o processo que permitirá alterações nas obras de uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA, para abrigar o hospital do município.

O Município de Nova Viçosa solicitou por meio de ofício ao Ministério da Saúde, autorização para readequar o prédio da UPA, em construção no bairro Cidade Alta em Posto de Mata, para funcionamento como Hospital Geral. A obra está paralisada desde o ano 2014. A solicitação se deu devido à queda de receita do município, que já paga aluguel do prédio onde funciona o Hospital Municipal. Se finalizada como UPA, o município não teria condições financeiras de manter o funcionamento dos dois equipamentos de saúde.

A partir de discussões na Câmara de Vereadores, foi proposto ao prefeito Manoel Costa Almeida (Manoelzinho – DEM), a formulação do pedido de readequação. O vereador Anastácio Carvalho Machado informou que “cumprindo seu papel fiscalizador, os vereadores discutiram o estágio da obra e sua finalidade e chegamos à conclusão de que finalizá-la como hospital seria o mais adequado para beneficiar os munícipes e ainda economizar o aluguel do prédio onde funciona atualmente o Hospital Municipal, a partir daí, como presidente, levei a sugestão ao prefeito”, disse.

Na justificativa do pedido de readequação o secretário de Saúde Manoel Mecias Fontes Silva, solicitou a uma resolução do MS e destacou que o custo operacional de uma UPA pode chegar a RS 450.000,00, valor acima da capacidade financeira do Fundo Municipal de saúde e informou também que com a readequação serão construídos como anexos o Centro Cirúrgico e o Centro Obstétrico e outros que se juntarão aos 55 leitos do projeto inicial.

O valor total do convênio para a construção da UPA é de R$ 2,2 milhões, já tendo sido liberado R$1,98 milhão. O saldo em caixa é de R$ 168.000,00. A obra teve início na gestão do então prefeito Márvio Lavour Mendes, mas não fui concluída por ter o mandato interrompido em julho de 2016. Como os recursos disponíveis não são suficientes para a conclusão da obra e a compra dos equipamentos, o prefeito Manoelzinho solicitou uma perícia judicial para avaliação da edificação, e o município vai arcar com os valores que faltam para a finalização da obra.

A readequação do prédio da UPA para o Hospital Geral de Nova Viçosa permitirá a realocação dos equipamentos que hoje funcionam no Hospital Municipal e a instalação de outros novos, já em poder do município, resultados de emendas parlamentares. Acompanharam o presidente á Brasília os vereadores João Farias (DEM) e Edimilson Riberio (PV).

Anastácio Brasília UPA Hospital P. da Mata

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também SAúDE GERAL

Confirmado mais 02 casos de Covid 19 em Teixeira de Freitas, total chega a 32

Confirmado mais 02 casos de Covid 19 em Teixeira de Freitas, total chega a 32

Caravelas faz busca ativa em Ponta de Areia para socorrer famílias em situação de risco e vulnerabilidade social.

Caravelas faz busca ativa em Ponta de Areia para socorrer famílias em situação de risco e vulnerabilidade social.

Teixeira de Freitas não tem mais nenhum paciente confirmado de Covid-19 internado no HMTF

Teixeira de Freitas não tem mais nenhum paciente confirmado de Covid-19 internado no HMTF

Morte na BR 101 – Vendedor de ovos morre em acidente próximo a Eunápolis – Vídeo

Morte na BR 101 – Vendedor de ovos morre em acidente próximo a Eunápolis – Vídeo

Últimas publicações