Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 07/01/2020 às 07h34min

Camisinha masculina: como evitar que estoure e escolher o tamanho ideal

compartilha nas redes sociais:
Francine Costanti

Parece algo óbvio, mas muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o uso da camisinha masculina. Já sabemos que é item obrigatório para evitar doenças venéreas e gravidez indesejada, certo? 

Porém, na hora de escolher o tamanho ideal e, depois, colocá-la da maneira correta, pode pintar aquela tensão. Tudo isso influencia para que você e seu parceiro tenham momentos de prazer sem surpresas desagradáveis. 

Para tirar todas as dúvidas sobre o uso da camisinha masculina, seus riscos e cautelas, batemos uma papo com o Dr. Alex Meller, urologista da Unifesp e do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Veja como foi: 

Dr. Alex Meller: Não há riscos. Se o homem ou a mulher usarem proteção desde o início do ato sexual, não há chances de contaminação pelo vírus. Lembrando que a camisinha deve ser usada mesmo em casos de sexo oral porque, além de proteger contra o HIV, também evita outras muitas doenças sexualmente transmissíveis.

Qual a forma correta e mais segura de colocar a camisinha no pênis?

O mais importante, na hora de colocar a camisinha no pênis, é deixar um espaço vago na frente dela para que receba o esperma e não corra o risco de rompimento. Já pacientes que têm a pele do prepúcio (tecido que recobre a glande do pênis), recomendamos que, quando for colocar a camisinha, ponha a pele para frente. Assim, durante o ato sexual, a pele vai descer para trás e não corre o risco de esticar demais a camisinha. 

Quais são os tamanhos existentes no mercado e como escolher o ideal?

Os tamanhos variam pouco. Na verdade, o mais comum são as camisinhas de tamanho tradicional e um outro modelo um pouco maior, chamada de “large”, que tem diâmetro e comprimento maiores. Mas, principalmente, o que restringe muitos homens é o diâmetro da camisinha, por isso talvez o tamanho “large” seja mais interessante. 

Camisinha do prazer promete experiência sexual mais intensa

É saudável usar camisinhas com sabor e texturizadas? Há alguma contraindicação?

Não é muito indicado. Os homens devem evitar são modelos com cheiro, sabor e texturas diferentes, porque essas substâncias químicas podem causar alergia no órgão sexual, tanto para o homem, quanto para a mulher. 

O que sugerimos é o uso da camisinha lubrificada mais tradicional e, para homens de pele muito sensível, existe um modelo com látex mais fino e menos irritante para a pele do pênis, porém é menos seguro e tem mais chances de se romper durante o sexo. 

Evite camisinhas com cheiro, sabor e texturas diferentes, porque podem causar alergia no órgão sexual. Foto: iStock

Existem outros tipos de camisinha para quem é alérgico a látex?

Infelizmente, esse modelo de camisinha não é mais encontrado no mercado. Existiam, sim, algumas feitas a partir do intestino de ovelhas e que conseguiam evitar a gravidez da mulher, mas elas não eram recomendadas para evitar as doenças sexualmente transmissíveis. 

Hoje há pesquisas nesse campo para tentar desenvolver camisinhas que sejam menos agressivas, mas nada ainda foi aprovado e produzido, por isso não temos outra opção tão boa quanto ao preservativo feito de látex. 

É recomendado usar mais de uma camisinha para aumentar a proteção?

De jeito nenhum. Não há comprovação que o uso de mais de um preservativo aumenta a proteção contra doenças e gravidez. Ainda mais porque se o homem fazer isso, o risco de que elas saiam do pênis durante o sexo é bem alto, já que contém lubrificante no produto, o que ajuda a escorregar mais fácil. 

É preciso usar camisinha no sexo oral? Se não usada, quais são os perigos?

Essa ainda é uma das perguntas mais frequentes no consultório. Teoricamente, o índice de transmissão de doenças sexuais via sexo oral é bem inferior se comparado ao ato sexual e também é inferior ao sexo anal. Isso se dá por conta do traumatismo local. Nesse sentido, o sexo anal e o vaginal sofrem mais traumas por conta do atrito e isso levaria a uma chance de passagem maior de doenças. 

Camisinha de língua previne doenças sexualmente transmissíveis

É claro que, devemos considerar que o sexo mais seguro possível é aquele em que as pessoas usam preservativo em todas essas situações: oral, anal e vaginal. Porém, na realidade a gente acaba vendo que isso é pouco praticado e os índices e transmissão pela via oral são baixos e, também por isso, não se constitui um programa de saúde pública. Mas a nossa recomendação, como especialistas, é que as pessoas se protejam completamente sempre.  

Por que, em alguns casos, a camisinha estoura? Caso aconteça, o que fazer?

Geralmente, a camisinha estoura por má colocação, ou seja, quando o homem não soube colocar corretamente e não deixou aquela folga na frente que citamos aqui. Também corre o risco de estourar se for feita com materiais de qualidade duvidosa ou por falta de lubrificação da mulher. 

Percebeu que a camisinha estourou? O indicado é que vocês parem o ato sexual na hora, retire do pênis, coloque outra e continua de onde parou. Mas, se a camisinha estourou e você só percebeu depois, deve tomar dois cuidados: o primeiro é a mulher tomar a pílula do dia seguinte (caso queira evitar uma gravidez) e que evita uma possível fecundação nos próximos dias. 

A segunda questão são as doenças venéreas e isso depende do parceiro que você está se relacionando, se ele ou ela tem algum histórico de doenças, se vocês já têm uma confiança um no outro e se os exames estão em dia. Todos esses fatores podem ou não descartar uma contaminação.

Métodos Contraceptivos Amor e sexo

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também HOMEM

Correios aguardam decisão da Justiça sobre greve de trabalhadores

Correios aguardam decisão da Justiça sobre greve de trabalhadores

PRF apreende 12 Kg de cocaína dentro de estepe de carro durante abordagem na BR 116

PRF apreende 12 Kg de cocaína dentro de estepe de carro durante abordagem na BR 116

Setembro Vermelho: a importância da conscientização das doenças cardiovasculares

Setembro Vermelho: a importância da conscientização das doenças cardiovasculares

Maya Gabeira quebra recorde de maior onda já surfada por uma mulher

Maya Gabeira quebra recorde de maior onda já surfada por uma mulher

Últimas publicações