Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 21/07/2021 às 10h17min

Desmistificando a candidíase: mitos e verdades sobre a doença que afeta 75% das brasileiras

Alteração hormonal, uso de roupas apertadas e/ou molhadas por longo período, além do estresse são alguns dos motivos para o aparecimento da infecção vaginal que tem fácil tratamento e prevenção
compartilha nas redes sociais:
Claudia Moreira

Grande parte das mulheres já teve ou terá um episódio de candidíase na vida. A doença é uma das maiores reclamações de pacientes nos consultórios ginecológicos – afetando 75% das brasileiras, de acordo com a Associação de Obstetrícia e Ginecologista do Estado de São Paulo (Sogesp) – principalmente por causa da coceira e da secreção branca ou amarelada que provoca.

A candidíase ainda gera muitas dúvidas, principalmente sobre os motivos para seu aparecimento. “Apesar de não ser considerada uma doença sexualmente transmissível, pode se manifestar logo após uma relação sexual”, explica a ginecologista, Dra. Renata Zito (CRM 78.391). Segundo ela, a infecção é muito comum em mulheres, mas também pode acometer homens, especialmente nos genitais.

Estima-se que a candidíase vaginal é uma infecção que acomete entre 3 e 4 mulheres a partir do primeiro ciclo menstrual. Causada pelo fungo Candida albicans, que se aloja comumente na área genital, provocando coceira, secreção e inflamação, pode ser causada por diversos fatores locais, como umidade e calor excessivo,  e sistêmicos,  como alimentação inadequada, sono desregulado, alto índice de estresse, imunidade baixa, alterações hormonais e uso prolongado de alguns medicamentos.

Com a mudança brusca da rotina na vida e no trabalho das pessoas, ausência de sociabilidade e outros, é comum o desenvolvimento de infecções fúngicas, como a candidíase, uma vez que o estresse gerado pelas novas condições é capaz de diminuir a resposta do sistema imune para defender o organismo.

Também ficar com roupa molhada, biquini, por exemplo, estimula a proliferação do fungo e o aparecimento da infecção na flora vaginal. Roupas apertadas também provocam a umidade e calor da região e levam à candidíase, por isso, opte por tecidos mais leves e que permitam a respiração local, como o algodão.

 

Algumas dicas da Dra. Renata Zito para você fugir da candidíase:

  • Lavar e secar bem a região íntima antes de dormir;
  • Utilizar roupa pouco apertada e de algodão;
  • Dar preferência para a ingestão de probióticos e lactobacillus, como iogurte;
  • Dormir sem calcinha;
  • Fazer a higiene íntima com gel vaginal com PH entre 3,8 e 4,5, evitando todos os produtos e sabonetes com químicos.

 

O TRATAMENTO

A candidíase genital pode afetar tanto o homem como a mulher mas seu tratamento é semelhante e feito com pomadas antifúngicas em ambos os casos, como Candicort ou Fluconazol, que devem ser aplicadas 2 a 3 vezes por dia entre 3 até 14 dias de acordo com a indicação do médico.

É ainda recomendado:

  • Usar roupa íntima de algodão, pois permitem que a pele respire;
  • Lavar a região genital somente com água e sabonete neutro ou sabonete próprio para a região;
  • Dormir sem roupa íntima, sempre que possível;
  • Evitar absorventes internos;
  • Evitar ter contacto intimo desprotegido durante o tempo de tratamento.

Estes recomendações ajudam a acelerar o tratamento, no entanto, também se pode proceder à lavagem dos órgãos genitais com chá de folhas de barbatimão ou outro remédio caseiro para completar o tratamento. Veja alguns exemplos de remédios caseiros para candidíase.

Além de tudo isso, fazer uma alimentação pobre em açúcar também ajuda o organismo a combater mais facilmente o crescimento dos fungos, curando a candidíase mais rápido.

No caso de os sintomas não desaparecem após 2 semanas, é aconselhado voltar ao médico pois pode ser necessário iniciar o tratamento com comprimidos antifúngicos, que ajudam a combater a infecção desde o interior do corpo, atingindo melhores resultados do que só com as pomadas.

Infecção vaginal

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também MULHER

Homem morre ao cair em cisterna no Tancredo Neves

Homem morre ao cair em cisterna no Tancredo Neves

Polícia Civil prende acusado de homicídio em Itamaraju

Polícia Civil prende acusado de homicídio em Itamaraju

Teixeira de Freitas vai sediar terceira edição do e-Agro em novembro

Teixeira de Freitas vai sediar terceira edição do e-Agro em novembro

Bahia registra 774 novos casos de Covid-19 e mais 36 óbitos pela doença

Bahia registra 774 novos casos de Covid-19 e mais 36 óbitos pela doença

Últimas publicações