Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 02/02/2021 às 19h54min

Educação definitivamente não é uma prioridade do governo do PT, diz Sandro Régis, ao criticar mensagem de Rui

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola/Ascom

O deputado estadual Sandro Régis (Democratas), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), criticou nesta terça-feira (2) a mensagem do governador Rui Costa (PT) à Casa. Para Régis, Rui novamente garantiu prioridade na educação, mas os índices apontam que a área tem sido cada vez mais deixada de lado no estado.


“Vimos o governador falar em prioridade da educação desde o seu primeiro governo, e agora novamente. Aliás, desde o governo de Jaques Wagner (PT) há esse discurso. Mas, ao longo dos anos, o que estamos vendo é a educação da Bahia figurar entre as piores do Brasil”, diz o parlamentar, ao citar que o ensino médio baiano é considerado o terceiro pior do país, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Além disso, o governo fechou diversas escolas, a exemplo do tradicional Colégio Odorico Tavares, no Corredor da Vitória, em Salvador.


Na mensagem, o governador comemorou como “boa notícia” o aumento do Ideb da Bahia relativo ao ano de 2019. Ainda assim, pontua Régis, o estado segue nas últimas posições. “Depois de 14 anos de governos do PT na Bahia, a educação pública estadual claramente retrocedeu. Está muito evidente que, definitivamente, educação não é uma prioridade dos governos petistas na Bahia”, frisou, ao lembrar ainda que o estado foi o único no país que não disponibilizou aulas online para os estudantes no ano passado durante a pandemia da covid-19. 


Na mensagem, o governador falou sobre a área da segurança pública, jogando a responsabilidade para o governo federal. “Enquanto isso, a Bahia segue amargurando o indigesto posto de líder do ranking de homicídios do país. Outros estados conseguiram reduzir os índices de violência com investimentos em educação, no social, no fortalecimento das polícias. Aqui, infelizmente, não tivemos isso”, pontua o deputado. 


Área social

O líder da Oposição ainda destacou outro trecho da mensagem de Rui, desta vez sobre a área social. Num trecho, o governador cita relatório do Banco Mundial que aponta um número de 85 milhões de brasileiros em situação de pobreza. Contudo, diz Régis, não cita pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que aponta que a Bahia tem o maior número absoluto de pessoas extremamente pobres e o segundo maior de pobres. A pesquisa aponta que, em 2019, 40% da população do estado estava abaixo da linha da pobreza monetária. 


“Sem falar que o estado segue no topo do ranking de desemprego no Brasil, isso mesmo antes da pandemia do coronavírus. O que percebemos é que tudo está relacionado: a péssima qualidade da educação prejudica o desenvolvimento dos nossos jovens e o acesso deles ao mercado de trabalho, enquanto a falta de incentivo às potencialidades econômicas prejudicam a geração de emprego e renda. Tudo isso leva aos grandes índices de violência e aos problemas sociais”, salienta Régis.

Educação definitivamente não é uma prioridade do governo do PT

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíTICA GERAL

Placas de final 3 e 4 têm desconto de 5% no IPVA até este mês

Placas de final 3 e 4 têm desconto de 5% no IPVA até este mês

Polícia identifica um dos suspeitos de sequestrar enfermeira em Minas Gerais

Polícia identifica um dos suspeitos de sequestrar enfermeira em Minas Gerais

150 quilos de drogas e vasto arsenal bélico são apreendidos durante operação conjunta entre a CIPE-Mata Atlântica, 7ª CIPM e Polícia Civil

150 quilos de drogas e vasto arsenal bélico são apreendidos durante operação conjunta entre a CIPE-Mata Atlântica, 7ª CIPM e Polícia Civil

Governo do Estado prorroga toque de recolher até o dia 5 de abril na Bahia

Governo do Estado prorroga toque de recolher até o dia 5 de abril na Bahia

Últimas publicações