Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 09/11/2020 às 15h59min

Juiz suspende divulgação de pesquisa falsa que favorecia Zulma Pinheiro

compartilha nas redes sociais:
Edelvânio Pinheiro

Depois de suspender a divulgação “de todo e qualquer resultado de eventual pesquisa” e a retirada da publicação de resultados das redes sociais que favorecia a coligação “Itanhém no rumo certo”, que tem como candidatos Mildson Medeiros e Alex Chaves, o juiz da 148ª zona eleitoral, Argenildo Fernandes dos Santos, também determinou, neste domingo (8), a suspensão de uma pesquisa eleitoral falsa que havia sido publicada em diversos grupos de Whatsapp da campanha dos candidatos Zulma Pinheiro e Dr. André Lisboa, no Facebook da campanha e na página do irmão dela, Newton Pinheiro, que é o secretário da Administração e Finanças e da Infraestrutura também.

De acordo com a ação, Newton Pinheiro ainda enviou o resultado da pesquisa para uma eleitora conhecida na cidade por Sandra Açúcar, com o intuito de fazê-la voltar a apoiar a irmã dele.

O juiz determinou que, no prazo de 24, as publicações fossem removidas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Além disso, determinou que a coligação se abstivesse de promover a divulgação desta e qualquer outra pesquisa irregular por meio da internet ou qualquer outra forma, sob pena de multa de R$ 30 mil para cada publicação.

Eleições 2020 Pesquisa

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também BAHIA

Servidora da Secretaria de fazenda –SEFAZ morre em acidente de moto no São Lourenço

Servidora da Secretaria de fazenda –SEFAZ morre em acidente de moto no São Lourenço

Homem é preso por manter mulher em cárcere privado por 26 anos

Homem é preso por manter mulher em cárcere privado por 26 anos

Candidato derrotado de Jucuruçu sofre mais uma derrota na justiça

Candidato derrotado de Jucuruçu sofre mais uma derrota na justiça

Mais de 30 armas de fogo são retiradas das ruas de Teixeira por equipes da 87ª CIPM

Mais de 30 armas de fogo são retiradas das ruas de Teixeira por equipes da 87ª CIPM

Últimas publicações