Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 02/07/2021 às 11h35min

Justiça concede liberdade provisória a Diretor da Câmara de Vereadores de Caravelas que foi preso acusado de tentativa de estupro

compartilha nas redes sociais:
Fernanda Silva/Bahiaextremosul

A juíza Cintia França Ribeiro da Vara Criminal de Caravelas concedeu nesta quinta-feira (1º), a liberdade provisória para o Diretor da Câmara de Vereadores de Caravelas que foi preso acusado de tentativa de estupro.

Jorge Murilo Barata Caetano de 58 anos foi preso na tarde desta terça-feira, 29 de junho, acusado de estupro de vulnerável.

Um menor de 13 anos procurou a delegacia de polícia e em depoimento ao delegado Marco Antônio Neves, titular da Polícia Civil de Caravelas, narrou que estava no estabelecimento comercial do seu pai quando o acusado chegou, e começou a conversar.

Segundo a vítima, Murilo queria saber a que horas se encerrava o expediente e que horas o menor voltaria para trabalhar, o adolescente respondeu sairia meio dia para o almoço e retornaria ás 14 horas.

Nisso, Murilo se aproximou abriu o zíper da calça e tirou o órgão genital para fora e pediu para que o menor pegasse com a mão, o menor negou e nesse momento o diretor legislativo percebeu que o vizinho do outro lado da rua estava olhando, ele fechou o zíper e foi embora.

Após o almoço, Murilo ligou e pediu que o adolescente fosse até sua casa levar um galão de água e quando chegasse pudesse entrar que a porta estaria aberta.

O garoto foi levar o galão de água e avisou uma prima do que estava acontecendo e pediu a ela que ficasse de olho. A casa estava fechada. Em seguida o acusado chegou, abriu a porta e perguntou se o garoto havia contado para alguém, ele disse que não.

Murilo pediu para o garoto entrar com a bicicleta enquanto ele ia verificar se tinha alguém se aproximando, nisso a mãe do adolescente chegou ao local.

A vítima disse ao delegado que esta não foi a primeira vez que Murilo o assediava. Em 2019, o jovem estava em um sítio no Assentamento Rosinha do Prado onde também estava Murilo com a família e já naquela ocasião, o acusado sempre que se aproximava dele abria o zíper, colocava o pênis para fora o mandava pegar, ele se negava, mais Murilo pegava uma das mãos dele e colocava no pênis.

Murilo foi autuado no Artigo 217-A c/c Art. 14, II do CPB (Tentativa de Estupro).

Na tarde desta quinta-feira (1º), recebemos a imagem de uma câmera de segurança que flagrou o momento que Murilo abre o zíper da calça e mostra o pênis para a vítima.

 

Acusado de tentativa de estupro

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíCIA GERAL

Um dia após confirmação de Variante Delta no município, Vereda oferta vacina a 100% da população maior de 18 anos e realiza testagem em massa para COVID-19.

Um dia após confirmação de Variante Delta no município, Vereda oferta vacina a 100% da população maior de 18 anos e realiza testagem em massa para COVID-19.

Estudantes do CETEP de Teixeira de Freitas desenvolvem canudo biodegradável com a casca da melancia

Estudantes do CETEP de Teixeira de Freitas desenvolvem canudo biodegradável com a casca da melancia

Agosto Black - Dor na coluna?? Dr. Leonardo Felipe explica como se cuidar!

Agosto Black - Dor na coluna?? Dr. Leonardo Felipe explica como se cuidar!

Senado aprova elegibilidade para políticos com contas irregulares

Senado aprova elegibilidade para políticos com contas irregulares

Últimas publicações