Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 17/09/2014 às 08h10min

Mais de quatro mil animais criados soltos são retirados das áreas de preservação ambiental do Extremo Sul da Bahia

compartilha nas redes sociais:
Ascom.

 
 
 
 
Criar bovídeos soltos em áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal é crime contra a saúde pública, diante da possibilidade de abate clandestino, a defesa sanitária, considerando os riscos de introdução de enfermidades, e o meio ambiente, partindo da necessidade de recuperação da vegetação nativa da Mata Atlântica, bem como das nascentes que exercem um papel fundamental na formação e manutenção dos recursos hídricos. Por isso, desde o mês de maio até a última sexta-feira,(14), a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri), realizou uma grande operação para a retirada dos 4.528 animais destas áreas de preservação ambiental, e assim coibir a atividade irregular no Extremo Sul do Estado.
 
"É considerado crime contra a defesa sanitária animal a criação de animais sem cadastro na Adab e sem controle sanitário. É uma porta aberta às enfermidades de grande importância econômica, a exemplo da Febre Aftosa e Brucelose”, informou a coordenadora regional de Teixeira de Freitas, Millena Nascimento. Dos 12 criadores notificados nesta operação apenas 6 possuíam cadastro na Adab e estavam em dia com as vacinações, sendo três deles grandes criadores da região. Os seis criadores que não tinham cadastro com a Adab foram notificados para comparecerem no escritório mais próximo e regularizar situação cadastral. Millena ainda esclarece que todos foram alertados e, caso fossem reincidentes, estariam sujeitos ao encaminhamento dos animais ao abate sanitário previsto na lei.
 
 
 
 
 
 
 
A equipe da Adab lotada no Extremo Sul vem realizando trabalho educativo e de conscientização, juntamente com a entrega do comunicado de advertência, distribuindo material informativo. "Para conseguir notificar os criadores foi preciso aprender os animais em currais improvisados até que os donos comparecessem no local para a retirada. Tudo aconteceu com o apoio e parceria da Companhia Independente da Polícia de Proteção Ambiental de Porto Seguro (CIPPA), do Ministério Público e das empresas de Celulose da região”, esclareceu o fiscal estadual agropecuário Epaminondas Peixoto, que acompanhou todas as ações.
O diretor de Defesa Sanitária Animal da Agência, Rui Leal, considerando a necessidade de preservar a biodiversidade, explica que a Adab também atua do âmbito da responsabilidade socioambiental. "Precisamos proteger as áreas de preservação permanente, garantir a proteção e recuperação do solo e das nascentes, além de assegurar a sanidade animal e o bem-estar dos homens”, disse o diretor, lembrando que criar animais de forma irregular em áreas de preservação é considerado crime também contra o meio ambiente, pois o pastoreio dos bovídeos impede a vegetação nativa de se recompor (capoeirar) e consequentemente impede a recuperação do ecossistema nessas áreas, bem como o pisoteio nas nascentes e margens dos riachos, diminuindo o fluxo de água e impedindo a recomposição da mata ciliar.
Durante os meses que perduraram a operação, dois caminhões carregados com animais sem GTA foram interceptados transitando nas proximidades dessas áreas de proteção ambiental. Os condutores foram notificados e liberados após apresentarem a Guia de Trânsito Animal (GTA).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Área de Preservação
A Área de Preservação Permanente (APP) é protegida, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.
 
A Área de Reserva Legal está localizada no interior de uma propriedade ou posse rural, delimitada nos termos do art. 12, com a função de assegurar o uso econômico de modo sustentável dos recursos naturais do imóvel rural, auxiliar a conservação e a reabilitação dos processos ecológicos e promover a conservação da biodiversidade, bem como o abrigo e a proteção de fauna silvestre e da flora nativa;
Bahia

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também CATEGORIA GERAL

Secretaria de Infraestrutura segue com construção de boxes no Mercado Municipal

Secretaria de Infraestrutura segue com construção de boxes no Mercado Municipal

Empresário de Mucuri é acusado de aplicar golpe em idoso

Empresário de Mucuri é acusado de aplicar golpe em idoso

Exclusivo: Oposição festeja congelamento de ICMS na Bahia e alfineta governo: “contra vontade de Rui Costa, foi o Confaz que ordenou”

Exclusivo: Oposição festeja congelamento de ICMS na Bahia e alfineta governo: “contra vontade de Rui Costa, foi o Confaz que ordenou”

Flamengo enfrenta Atlético-GO tentando manter sonho do Brasileiro vivo

Flamengo enfrenta Atlético-GO tentando manter sonho do Brasileiro vivo

Últimas publicações