Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 02/03/2021 às 09h51min

Março Lilás: Hospital da Mulher alerta para prevenção do câncer de colo de útero

compartilha nas redes sociais:
Bahiaextremosul / Ascom

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

No mês de combate ao câncer de colo do útero, o Hospital da Mulher, em Salvador, reforça a necessidade de que as mulheres estejam atentas à prevenção do terceiro câncer mais incidente na população feminina, atrás apenas do câncer de mama e do colorretal, conforme apontam dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA/2020).

Ao longo de todo o mês, por meio da equipe multidisciplinar e da Comissão de Humanização, as pacientes e colaboradoras da unidade participarão de salas de espera informativas e educativas sobre a doença tema central da campanha Março Lilás.

O Hospital da Mulher oferta tratamento completo para a doença, que representa uma média de 27% dos tratamentos realizados no Serviço de Oncologia Clínica (Tratamento com Amor), antecedido apenas pelo tratamento para câncer de mama (60%). Desde 2018, mais de 4 mil atendimentos já foram realizados para o tratamento do câncer do colo do útero. “Todas as indicações de cirurgias, das mais simples às mais complexas, além da quimioterapia, são realizadas aqui no Hospital da Mulher”, ressalta o oncologista Dyego Nunes.

O câncer de colo do útero é causado pela replicação desordenada das células que fazem o seu revestimento e pode comprometer até mesmo órgãos distantes. São diversas as causas do câncer do colo do útero, como as externas, a exemplo do estilo de vida levado pela mulher, e também as internas, como hormônios e mutações genéticas.

“Geralmente é uma doença que tem uma instalação mais prolongada. Então, existem lesões pré-cancerígenas, que podem ser detectadas e tratadas de uma forma precoce; mas se não detectadas, com o passar do tempo, podem evoluir para lesões malignas”, explica Dyego.

Como forma de prevenção, o profissional recomenda que o exame preventivo Papanicolau seja feito anualmente, a partir do início da vida sexual. A vacinação contra o papilomavírus humano (HPV) também é uma opção indicada. Se detectado inicialmente, o tratamento comumente é realizado através de cirurgias simples. Em casos mais avançados, a quimioterapia também pode ser recomendada.

Sisnelila dos Santos, 80 anos, é uma das pacientes que tratam o câncer do colo do útero no HM. “O Serviço aqui é muito bom. Tenho confiança de que sairei daqui curada”, afirma.

Câncer de colo de útero

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também SAúDE GERAL

IBGE suspende provas para recenseadores do Censo 2021

IBGE suspende provas para recenseadores do Censo 2021

Grêmio oficializa demissão de Renato Gaúcho

Grêmio oficializa demissão de Renato Gaúcho

Dia da Água: projeto idealizado pela Suzano recupera nascentes do rio Mucuri

Dia da Água: projeto idealizado pela Suzano recupera nascentes do rio Mucuri

Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas em Coroa Vermelha

Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas em Coroa Vermelha

Últimas publicações