Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 30/09/2021 às 09h57min

Novo partido da Fusão DEM-PSL deverá se chamar União Brasil

As duas legendas têm encontro na próxima semana para bater o martelo sobre a união.
compartilha nas redes sociais:
Lauriberto Pompeu

O novo partido que resultará da fusão do DEM com o PSL deve se chamar União Brasil e aparecer nas urnas com o número 44. As marcas foram escolhidas nesta quarta-feira, 29, em reunião com dirigentes das duas legendas. O encontro teve a participação dos presidentes do DEM, ACM Neto, do PSL, Luciano Bivar, do vice-presidente do PSL, Antonio Rueda, e do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). 

O líder do DEM na Câmara, Efraim Filho (PB), disse que a escolha atende a ideia de não aproveitar o 17 do PSL, que foi usado na última campanha presidencial de Jair Bolsonaro, e nem o 25 do DEM. Para ajudar na decisão desses detalhes, os articuladores da fusão contrataram, na semana passada, uma pesquisa. "A premissa era de nome novo e número novo. Foram os melhores avaliados na pesquisa qualitativa", disse Efraim ao Estadão

O novo partido será presidido pelo atual presidente do PSL, Luciano Bivar, e terá o presidente do DEM, ACM Neto, na secretaria-geral. As executivas nacionais dos dois partidos aprovaram a fusão e convocaram para o dia 6 de outubro, quinta-feira da próxima semana, uma reunião conjunta dos diretórios nacionais das duas legendas, quando serão decididos o estatuto e o programa do novo partido. De acordo com nota do PSL, "também será eleita a Comissão Executiva Nacional Instituidora, órgão nacional que promoverá o registro do novo partido".

Presidente do DEM, ACM Neto
Presidente do DEM, ACM Neto - Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A fusão das duas siglas, caso concretizada, terá as maiores quantias dos fundos eleitoral e partidário e o maior tempo de rádio e televisão para a eleição de 2022. O dinheiro será consequência de a nova sigla ter a maior bancada da Câmara, com 81 deputados, que também terá força para definir os rumos dos projetos da Casa. Além disso, a legenda terá quatro governadores e sete senadores.

O novo partido pretende ter candidatura própria a presidente da República. Atualmente são três pré-candidatos: o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e o apresentador José Luiz Datena (PSL). Pacheco também mantém negociações para se filiar ao PSD. No entanto, o comando da fusão DEM-PSL pretende liberar seus filiados para apoiarem outros candidatos, como o presidente Jair Bolsonaro.

Apesar de não estar na base do governo, hoje o DEM tem entre seus quadros os ministros de Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) e Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), ambos votaram pela fusão na reunião da Executiva do DEM.

Fusão Partidos União Brasil

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também BAHIA

Sandro Régis diz que pré-candidatura de ACM Neto a governador demonstrou

Sandro Régis diz que pré-candidatura de ACM Neto a governador demonstrou "força de mudança na Bahia"

PM em Teixeira de Freitas lança site para receber denúncia da comunidade

PM em Teixeira de Freitas lança site para receber denúncia da comunidade

Prefeito Silvio Ramalho, presidente do Consaúde recebe autoridades para comemorar 04 anos da Policlínica de Teixeira de Freitas

Prefeito Silvio Ramalho, presidente do Consaúde recebe autoridades para comemorar 04 anos da Policlínica de Teixeira de Freitas

Oposição pede apuração do Ministério Público contra reajuste no Ferry Boat

Oposição pede apuração do Ministério Público contra reajuste no Ferry Boat

Últimas publicações