Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 22/09/2020 às 08h29min

Paulinho de Tixa desafia a justiça e se diz candidato mesmo com os direitos políticos cassados pelo TJ da Bahia

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola

Condenado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJB), em 2014,  por crime contra a administração pública e patrimônio público, o ex-prefeito de Mucuri, Paulo Alexandre Matos Griffo - conhecido como Paulinho de Tixa, teima em desafiar a justiça e se diz candidato a prefeito na próxima eleição, inclusive divulgando pesquisa de opinião pública, segundo ele, registrada no TSE.

Mas, com a condenação, Paulinho de Tixa perdeu o cargo público (na época ele era o prefeito de Mucuri) e se tornou inelegível por oito anos. Portanto, ele não pode concorrer a nenhum cargo público nas eleições de 2020. Além desta condenação, o ex-prefeito ainda responde por vários processos cíveis e criminais.

No último dia 05/09, O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia indeferiu  o  pedido de  tutela antecipada em caráter liminar, impetrado pelo ex-prefeito Paulo Alexandre Matos Griffo, o "Paulinho de Tixa",

Paulinho de Tixa, foi condenado pela Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, nos autos da Ação Penal originária tombada sob o nº 0315410-93.2012.8.05.0000, com pena definitiva fixada em 03 (três) anos e 09 (nove) meses de reclusão, a ser cumprida em regime aberto, com a substituição da pena privativa de liberdade por duas restritivas de direitos, bem como a decretação da perda do cargo público eletivo e a inabilitação para o exercício de cargo ou função pública pelo prazo de 05 (cinco) anos (fls. 94/110 do ID nº 9793818).

Segundo o Desembargador Júlio Cezar lemos Travessa, ”apesar de ter sido certificado o transitado em julgado do acórdão rescindendo em 13 de maio de 2017, esta Revisão apenas fora proposta em 03 de setembro de 2020 às 15:34 (consoante protocolo aposto na peça inicial). Ou seja, mais de 03 (três) anos após a formação da coisa julgada, caracterizando, destarte, a ausência de qualquer urgência em se apreciar os pedidos expostos na exordial”.

Com o pedido de revisão criminal, Paulinho através de seus advogados tetou conseguir liminar para impugnar a condenação, com objetivo de desconstituir uma decisão transitada em julgado, na tentativa habilitar-se a concorrer ao pleito eleitoral de 2020, onde disputaria o cargo de prefeito da cidade de Mucuri.

Política Paulinho de Tixa

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíTICA GERAL

Senado: Chico Rodrigues retifica pedido de licença de 90 para 121 dias

Senado: Chico Rodrigues retifica pedido de licença de 90 para 121 dias

André e George faturam 1ª etapa do Circuito Nacional de Vôlei de Praia

André e George faturam 1ª etapa do Circuito Nacional de Vôlei de Praia

Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre que 'paciente' era 1,5 tonelada de maconha

Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre que 'paciente' era 1,5 tonelada de maconha

Feriado 12 de outubro: PRF na Bahia inicia operação e intensifica as fiscalizações nas rodovias federais baianas

Feriado 12 de outubro: PRF na Bahia inicia operação e intensifica as fiscalizações nas rodovias federais baianas

Últimas publicações