Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 03/10/2021 às 09h00min

Pets colaboram para a saúde mental dos tutores; entenda

Descubra como os bichinhos podem evitar problemas de ansiedade e depressão.
compartilha nas redes sociais:
Redação SD

Animais, no entanto, também precisam de cuidados

Animais, no entanto, também precisam de cuidados - Foto: Shutterstock

Os pets são parte integrante de várias famílias pelo mundo. O amor e o sentimento de companheirismo que os animais proporcionam costumam ser fundamentais para o bem-estar de todos. Por isso, não é novidade para - quase - ninguém que ter algum bichinho de estimação é praticamente um sinônimo de felicidade. Ainda mais nesse momento de tristeza coletiva que vivemos, por causa dos estragos causados pela pandemia de Covid-19. 

O medo de se contaminar com o coronavírus ou de perder alguma pessoa querida para a doença abalam a estrutura emocional de qualquer um. Além disso, o confinamento imposto para combater a disseminação do vírus também pode gerar o aumento de casos de ansiedade, estresse e depressão. Uma boa alternativa para evitar que esses problemas apareçam é contar com a companhia de um leal escudeiro, como um pet, por exemplo.

É o que indica o Instituto de Pesquisa Animal Waltham Pet Care Science. De acordo com os estudiosos, cuidar de outro ser vivo, como cães e gatos, pode aumentar a presença de ocitocina - também conhecida como o hormônio do amor - e diminuir os níveis de estresse no organismo. Como se não bastasse, os bichinhos ainda podem ser verdadeiros amigos e companheiros. Ajudando a combater sensações de solidão e ansiedade.

"Normalmente, os animais que iniciam a sua interação com humanos ainda filhotes têm mais facilidade para reconhecer e se adaptar ao ambiente e conseguem perceber quando há alguma mudança no estado emocional, principalmente quando essas mudanças são negativas", explica Priscila Rizelo, veterinária. "Os animais deixam as pessoas mais felizes. Melhoram a qualidade de vida da família, de todas as idades", completa a psicóloga Marilene Kehdi.

Porém, a troca de energia positiva deve ser mútua. É preciso ter consciência que do outro lado também tem uma vida, com sentimentos e necessidades. Segundo a psicóloga Ana Carolina Ratajczyk Puig, atribuir a solução de todos os problemas e conflitos mentais para os pets é um erro e pode prejudicar a saúde dos animais. Portanto, muita atenção.

Quando bem cuidado, um bichinho de estimação pode trazer inúmeros benefícios para os seus tutores. "Ajuda a socializar, aumenta a motivação, promove a liberação de hormônios do bem-estar, estimula o exercício físico tanto para a saúde mental quanto para a física", conta Kehdi.

Por fim, vale lembrar que se tornar um tutor de um animal não é tarefa simples. É preciso responsabilidade e disponibilidades financeiras, estruturais e de tempo. Cuidar de outra vida é coisa séria e precisa de atenção.

Saúde mental

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também CATEGORIA GERAL

Polícia Militar descobre desmanche de veículos em Teixeira de Freitas

Polícia Militar descobre desmanche de veículos em Teixeira de Freitas

Homem com transtorno mental morre eletrocutado em Itamaraju

Homem com transtorno mental morre eletrocutado em Itamaraju

Suzano doa equipamentos para conservação de vacinas da Covid-19 no Extremo Sul da Bahia

Suzano doa equipamentos para conservação de vacinas da Covid-19 no Extremo Sul da Bahia

Saúde de Itanhém realiza drive-thru para vacinação contra Covid-19

Saúde de Itanhém realiza drive-thru para vacinação contra Covid-19

Últimas publicações