Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 09/12/2019 às 14h30min

Servidores da Saúde são vacinados contra o sarampo

compartilha nas redes sociais:
Bahiaextremosul / Marília Macêdo

Os servidores da rede pública de saúde de Teixeira de Freitas foram imunizados contra o sarampo por integrarem o chamado “grupo de risco”. O setor de vacinação fez uma ação itinerante, nos primeiros dias do mês de dezembro, para alcançar o maior número possível de trabalhadores. A medida preventiva foi motivada pelos dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), que atestam o crescimento dos casos pelo mundo.

Os números levantados pela OMS mostram que os casos de sarampo estão atingindo índices alarmantes. Muitos países estão em meio a surtos consideráveis de sarampo em 2019. Os casos da doença no Brasil também aumentaram desde o ano passado. Na Bahia, oito casos de sarampo foram confirmados pela Secretaria da Saúde do Estado no começo de outubro, sendo sete em Santo Amaro e um em Jacobina. Além destes, houve casos de pacientes que estiveram fora do estado antes de apresentar a doença.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) vem reforçando a importância da prevenção para que a doença não se propague no estado, a exemplo do que está ocorrendo com São Paulo, Pará e Rio de Janeiro. Seguindo este protocolo, a Secretaria Municipal de Saúde de Teixeira de Freitas adotou a medida preventiva.

O sarampo é uma das doenças mais contagiosas do mundo, com potencial para ser extremamente grave, afetando principalmente crianças menores de 5 anos de idade, especialmente as mal nutridas e bebês não-vacinados. A única medida efetiva de prevenção contra o sarampo é a vacina, distribuída gratuitamente nos postos de saúde e que também imuniza contra caxumba e rubéola. Essa imunização faz parte do calendário vacinal.

 

Orientação aos viajantes

Todo viajante com destino internacional ou para áreas no Brasil com comprovada circulação do sarampo que não seja vacinado ou que esteja com esquema vacinal incompleto para prevenção do sarampo, deve se vacinar pelo menos 15 dias antes da viagem;

Os passageiros que retornam, nos últimos 30 dias, das áreas de risco para o sarampo, caso apresentem febre e manchas vermelhas pelo corpo, acompanhado de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, devem procurar uma unidade de saúde para atendimento imediato.

 

Prevenção

Vacinar é o meio mais eficaz de prevenir o sarampo. Duas doses da vacina são recomendadas para garantir a imunidade e evitar surtos, pois aproximadamente 15% das crianças vacinadas falham no desenvolvimento de imunidade da primeira dose. A vacina Tetra Viral é indicada para prevenção do sarampo e está disponível nos postos de saúde para crianças a partir de 6 meses de idade. Outra opção é a vacina tríplice viral.

 

Obs.: A vacina é contraindicada em gestantes. Pessoas imunocomprometidas deverão ser avaliadas e orientadas antes da vacinação.

Vacinação contra o sarampo

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também SAúDE GERAL

Bonde do Alicate invade apartamento e executa rival com mais de 30 tiros em Itabuna

Bonde do Alicate invade apartamento e executa rival com mais de 30 tiros em Itabuna

Regina Duarte demite pastora da Secretaria da Cultura

Regina Duarte demite pastora da Secretaria da Cultura

Casa da Cultura abre mais dois novos espaços

Casa da Cultura abre mais dois novos espaços

Bizarro -Professor encontra cobra venenosa em seu capacete 11 quilômetros depois de sair de casa

Bizarro -Professor encontra cobra venenosa em seu capacete 11 quilômetros depois de sair de casa

Últimas publicações