Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 28/08/2020 às 08h08min

STJ afasta Wilson Witzel do cargo de governador do RJ

Pastor Everaldo, presidente do PSC, tem mandado de prisão por participação em fraude na saúde.
compartilha nas redes sociais:
Equipe Portal

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou o afastamento imediato de Wilson Witzel (PSC) do cargo de governador do Rio de Janeiro, inicialmente por 180 dias, por causa das investigações que apura fraudes nos contratos da saúde no estado. 

Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro, durante inauguração
Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro, durante inauguração - Foto: Felipe Duest/PhotoPress


Na manhã desta sexta-feira, 28, a Polícia Federal foi até o Palácio das Laranjeiras para cumprir mandados de busca e apreensão contra a primeira-dama Helena Witzel. Não existe mandado de prisão contra o governador.

Além da primeira-dama, os policiais estão na rua para cumprir outros mandados. Um deles é de prisão contra o Pastor Everaldo, presidente do PSC, e acusado de participar do esquema de fraude.

Também existe mandado de prisão contra Lucas Tristão, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, e Sebastião Gothardo Netto, médico e ex-prefeito de Volta Redonda. Já André Ceciliano (PT), presidente da Assembleia Legislativa (Alerj) e o desembargador Marcos Pinto da Cruz são alvos de mandados de busca e apreensão.

A Procuradoria-Geral da República informou que a operação foi batizada de "Tris in Idem" e que ao todo são cumpridos 17 mandados de prisão - seis preventivas e 11 temporárias - e 72 de busca e apreensão. As ordens são cumpridas no Distrito Federal e em seis Estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais. Também está sendo alvo de busca e apreensão um endereço no Uruguai, local onde estaria um dos investigados cuja prisão preventiva foi decretada.

Witzel foi notificado sobre seu afastamento no Palácio dos Laranjeiras. A medida foi considerada previsível por integrantes do STJ ouvidos reservadamente pela reportagem. Na avaliação de um ministro, o governador se cercou de péssimas companhias.

Segundo o Estadão apurou, as medidas foram tomadas por Gonçalves para impedir a reiteração de crimes e para garantir o aprofundamento das investigações. O afastamento vale por 180 dias.

A Operação Placebo foi inicialmente aberta em maio, quando a Polícia Federal cumpriu 12 mandados de busca e apreensão, parte deles em endereços do governo fluminense, para investigar suposto esquema de corrupção envolvendo a instalação de hospitais de campanha para combate ao novo coronavírus no Estado.

Governador afastado STJ Rio de Janeiro

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíTICA GERAL

Teixeira confirma mais uma morte e 66 novos casos do Covid 19

Teixeira confirma mais uma morte e 66 novos casos do Covid 19

Artista baiano Felipe Rezende é selecionado para residência internacional pelo 7º Prêmio EDP nas Artes

Artista baiano Felipe Rezende é selecionado para residência internacional pelo 7º Prêmio EDP nas Artes

Como fazer skin care? Dermatologista explica e dá dicas

Como fazer skin care? Dermatologista explica e dá dicas

Garoto de 11 anos é morto com golpe de foice  durante assalto na Bahia

Garoto de 11 anos é morto com golpe de foice durante assalto na Bahia

Últimas publicações