Publicidade Davaca novo

CAPS de Itanhém celebra Dia da Luta Antimanicomial com ‘Circo” apresentado pelos usuários

Por Neuza em 19/05/2022 às 15:56

A secretaria Municipal de Saúde de Itanhém, por meio do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, realizou, na noite desta quarta-feira, um movimento para comemorar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, celebrado no dia 18 de maio.

A data simboliza a luta social marcada pelo fechamento de manicômios, implantação do trabalho em Rede de Atenção Psicossocial e, também, a Reforma Psiquiátrica Brasileira.

Este ano, defendendo que cuidado se faz em liberdade, o movimento que luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental, em Itanhém, aconteceu em forma de Circo, onde os números e performances foram feitas pelos próprios usuários. O “Circo Liberdade” trouxe, a todos, lindas apresentações temáticas e divertidas, ressaltando a importância de momentos alegres e descontraídos.

De acordo com a coordenadora da unidade, Flávia Brito, a equipe idealizou um momento diferente, para envolver e divertir. “Não podemos deixar de correr atrás dos direitos dos indivíduos em sofrimento mental. Todos merecem uma vida digna e feliz, mesmo diante as adversidades e limitações que os mesmos possuem”, disse. 

A secretária da Saúde, Aline Araújo, se referiu ao momento como “mágico” e agradeceu aos participantes. “Hoje, mais do que nunca, nossos usuários deram show! O Circo Liberdade trouxe para nós um momento único e mágico, onde cada usuário pode mostrar a sua alegria, sua arte e veio dizer que eles podem tudo. Neste dia da Luta Antimanicomial, nós devemos buscar a liberdade e o direito à vida de todos os pacientes do CAPS. Agradeço a todos que vieram prestigiar esse momento único, a todos os colaboradores do CAPS, da Academia da Saúde, aos familiares dos usuários presentes e todos aqueles que, direta ou indiretamente, contribuíram para esse momento”, disse a secretária. 

O prefeito Mildson fez questão de estar no evento, lembrou dos trabalhos de reforma que fez no prédio da unidade e ressaltou a importância da ação. "Nossa intenção em reformar e adequar o prédio do CAPS foi justamente para dar mais dignidade aos que trabalham aqui e, principalmente, para receber aos que precisam desses serviços. Sobre a data de hoje, tem mesmo que celebrar, pois é algo muito importante, primeiro pelas conquistas e também para que as pessoas que necessitam de apoio psicológico, possam ter este momento de socialização e confraternização", disse ele.

A Luta Antimanicomial consiste em evitar internações em hospitais psiquiátricos sem perspectivas de retorno e possibilitar às pessoas com transtornos mentais um tratamento integrado à sociedade e família. Uma das conquistas desse movimento foi a Lei 10.216/2001, que determina o fechamento progressivo dos hospitais psiquiátricos e a instalação de serviços substitutivos. Desde então, o Brasil tem fechado leitos psiquiátricos e aberto serviços substitutivos como os CAPS, as Residências Terapêuticas, Programas de Redução de Danos, Centros de Convivências e outros. [Jan Santos/Ascom PMI. Fotos Edelvácio Pinheiro]

Fonte: Ascom

Tags:   Itanhém Luta Antimanicomial usuários